quinta-feira, abril 30, 2009

Flores de Istanbul

Uma das coisas que me encantou em Istanbul, foram as flores lindíssimas espalhadas pela cidade.
Espero que consigam ver, apreciar e sentir o mesmo encanto que senti.

video
[Também em fotos aqui]

Vale a pena ver

Incrível como é possível transmitir-se algo que preocupa tanta gente, ou que não preocupa nada a muita outra gente, de forma diferente e tão inteligente.
Pode ser que consiga mudar a postura de alguém...


terça-feira, abril 28, 2009

Turquia: Kunurlar e Istanbul

Continuo a arranjar as minhas duas mil e ... fotos, que tirei nas duas semanas em que estive fora e, por mais que falem e digam, o que é certo é que tenho viajado tudo de novo e, claro, já sinto saudades do que vi, aprendi e até do que comi.
Realmente eu tiro muitas fotos, mas é com muito prazer que o faço e sinto-me ainda melhor quando vejo e revejo TODAS de novo.Gosto de ver a imagem, a cor, o que fotografei; relembro o que me fez parar e porque foquei algum objecto que parecia insignificante ou porque teimo em fotografar árvores, que parecem todas iguais e céus com nuvens que nada parecem ter de diferente. Diz-se que cada maluco tem a sua mania e esta é a minha.
Mas, se tirei tantas fotografias, desta vez mais do que nas outras, foi, principalmente, para poder mostrar tudo ao Rafael que, nesta vez, ficou em casa. Entretanto, já muitas foram apagadas.
A Turquia, principalmente Konurlar e Istanbul, tocaram-me bastante, talvez por serem o oposto. A primeira, por ser uma pequenina aldeia com poucos habitantes, onde as coisas continuam simples, as pessoas são afáveis para com quem as visita e as crianças conservam uma ingenuidade, que só se pode encontrar em lugares como aquele. Não havia hotel de luxo nem mordomias, mas os donos da casa trataram-nos muito bem e pudemo-nos sentir perfeitamente à vontade. Por incrível que pareça, durante uma tarde, em que o tempo quase chuvoso não permitiu que saíssemos pelos campos, em buscas de vestígios históricos, ficámos, num alpendre, a jogar ao burro, como se fossemos um grupo de crianças. Riamos cada vez que alguém perdia e arranjávamos novas razões para continuarmos com a boa disposição. Ao fim da tarde, foi altura do Vinho do Porto que levei e, acreditem ou não, foi lá tão longe que aprendi a expressão "um Porto ao pôr-do-sol".
Istanbul teve outros encantos. Como já disse antes, era um dos meus sonhos e, na realidade, as minhas expectativas não sairam logradas. Só precisava de mais tempo. Mas afinal, eu não estava ali a passeio! Terá de ficar para uma próxima oportunidade, pois, como o nosso orientador, Fokko Dijkstra, dizia, teríamos de deixar algo para ver, para termos razões para voltar a Istanbul.

domingo, abril 26, 2009

Chicken a la Carte

[Clicar no rectângulo preto]

Esta uma realidade, não de 2005, mas de todos estes anos que têm passado e hoje, cada vez mais.
E todos sabemos que as coisas não estão a melhorar.

sexta-feira, abril 24, 2009

Thessaloniki - Istanbul 2009

Quem me conhece, deve estar bem admirado por, até hoje, quase uma semana passada, ainda não ter escrito nada sobre a minha ida à Grécia e à Turquia. Mas a verdade é que tenho tido tanta coisa para fazer e as fotografias para arranjar (e acreditem que são muitas...), que tenho adiado o que quero escrever.
Tal como diz a minha comadre Teresa, ela escreve e eu conto o que vivo com as fotos que tiro. Por isso, vou tirando a tudo e mais alguma coisa, para desespero dos que me rodeiam. Acho que alguns chegam mesmo a achar ridículo que eu vire a objectiva para a esquerda e para a direita e, por vezes, demore a tirar uma ou outra foto. Mas é disso que eu gosto mesmo!
Bom, voltando à viagem, convém dizer que não fui a turismo. Foi um curso/seminário que começou em Thessaloniki e terminou em Istambul, percorrendo os vários lugares onde estiveram grandes palácios, igrejas católicas hoje mesquitas, locais de grandes invasões turcas, Tróia e o seu cavalo... enfim, uma viagem cultural, antecedida de algum trabalho, intervalada com dramatizações, poemas, traduções e terminando agora com relatórios. Mas, como eu costumo dizer, foi tudo por uma boa causa.
Desde sempre, esta viagem foi a realização de um sonho: ir a Istanbul. E adorei, claro!
Mas até chegar lá, houve muita coisa para ver, fazer e conhecer.
Começámos por estar no sopé do Monte Olimpo, onde foi lida a lenda da mito da Europa nas diferentes línguas dos participantes dos vários países. Em Philippi, foi tempo de dramatizarmos a morte de Brutos, tendo eu sido Messala. O engraçado foi termos decidido representar em inglês e na língua de cada um dos "actores". No teatro em Tróia, representámos a morte de Hector e, dias mais tarde, declamámos poemas e o Credo nas ruínas de uma igreja católica.
Visitámos igrejas católicas, que agora são Mesquitas; grandes anfiteatros; traços de várias épocas de povos grandiosos, grandes invasões...; assistimos à destruição, pelo fogo, de duas casas, deixando sem nada os donos que, muito provavelmente, pouco teriam; vivemos, por dois dias, numa pequeníssima aldeia turca, onde as crianças nos mostraram o que aprendiam a fazer na escola e disseram que o que mais gostam na sua terra são as flores e os frutos; procurámos vestígios históricos nos caminhos e nas montanhas que subimos...
Enfim, foram tantas as coisas que fizemos durante os dez dias, que nunca mais sairia daqui. Não apenas a relatar tudo o que vivemos, mas também a transmitir o que eu ia sentindo ao olhar pela janela do autocarro ou quando, depois de subir bastante, me virava e olhava tudo em meu redor. Apetecia-me sentar e ficar em silêncio a absorver tudo, mas logo o Fokko nos mandava seguir e não tinhamos tempo para mais nada. Havia sempre mais e mais para ver.

quinta-feira, abril 23, 2009

Flores para uma flor


Ainda antes de escrever sobre as nossas peripécias por terras turcas e gregas, quero deixar aqui umas florinhas dedicadas à amiga Daisy, dos Cavalos Selvagens, cujo aniversário foi no dia 20. Foi engraçado, que, em dois momentos da viagem, tirei fotos a pensar nela, e, quando visitava a Acrópole em Bergamo, ao encontrar este conjunto lindo de "daisies", não resisti. Aqui estão elas, com um grande beijinho de PARABÉNS, ainda que com um pouco atraso.
Bjokas

domingo, abril 19, 2009

De regresso das terras gregas e turcas




Hoje ainda não estou muito descansada, para escrever tudo o que vivi durante os 10 dias, mas não queria deixar de colocar aqui qualquer coisinha para abrir o apetite de quem quiser saber o que andei a fazer por terras dos gregos e dos turcos.
Prometo que amanhã escrevo.





[Acrópole,Bergamo, Turquia]

quinta-feira, abril 09, 2009

Usando teclado grego

Desta vez nao escrevo muito. Alem de quase haver fila para se utilizar o computador do hotel, isto de nao haver acentos para as palavras portuguesas faz um pouco de confusao.
Thessaloniki e uma cidade muito interessante e o grupo em que estou inserida tambem ajuda a que as coisas sejam muito agradaveis. Hoje, logo de manha, foi uma subida e tanto, mas valeu a pena: pudemos ver toda a cidade na sua magnitude. Havia um pouco de nevoeiro, mas mesmo assim... foi bom.
Amanha continuamos a nossa jornada e mudamos de cidade.
Depois de amanha entramos na Turquia. Ai (leva acento no "i") vao comecar as diferencas (eh eh eh, nao ha "c" com cedilha. Poderia ser perigoso se estivesse a falar de outros assuntos...)
Quando tiver oportunidade, volto a escrever. Quanto a fotografias, so quando voltar a Portugal. E quem me conhece, sabe que terei muitas para mostrar.
Ate la!

segunda-feira, abril 06, 2009

Páscoa Feliz

domingo, abril 05, 2009

Lá vou eu


E chegou a hora.
Amanhã, por esta altura, já estarei com dificuldades para adormecer, e tal como era em criança, só a viagem passará nos pensamentos, sem deixar que o joão pestana faça o que deve fazer.
Mas tudo bem! Como costumo dizer, é por uma boa causa... Adoro viajar de avião! Principalmente por isso significar que vou conhecer novos lugares, novas pessoas, fazer coisas giras...
Então, e não é que Barack Obama soube que eu ia à Turquia e resolveu ir antes, só para abrir o caminho? Grande Obama...!!!
Ora, isto também quer dizer que estarei ausente destas lides até ao dia 18. Mas, em contrapartida, quando vier terei muito para contar e, sobretudo, algumas fotos para mostrar.

sexta-feira, abril 03, 2009

5000 visitantes


Acabou de chegar o 5000º visitante no blog!
Às 18:50!!
Não faço a mínima ideia quem foi, mas tem direito a um ovinho de Páscoa (que não é oferecido a qualquer um, verdade seja dita) e ao convite formal para voltar mais vezes (ah ah ah).

quinta-feira, abril 02, 2009

Está quase...!

Pois é, nem tudo é mau e, por vezes, as coisas até se resolvem no último minuto.
Se há uns dias atrás eu estava tristíssima por ver Istambul "por um canudo", neste momento as coisas estão completamente diferentes e, daqui a dias, não só estarei a caminho da Turquia, como ainda antes começarei a participar num seminário em Thessaloniki.
É mesmo a realização de um sonho!
Vou estar um tempinho sem escrever, mas depois contarei todas as aventuras que vivi por aqueles lados.
Não será uma viagem de turismo, mas um seminário com o tema "Tracing back Europe: from Thessaloniki to Istanbul". Até já consigo imaginar o que trarei de lá para mostrar aos meus alunos, que estão a analisar "Ulisses" de Maria Alberta Menéres...
E as pessoas novas que vou conhecer!? São vários os países participantes: além da Grécia e Turquia como organizadores, estão presentes a Itália, Espanha, Roménia, França, Bélgica, Finlândia, Noruega, Holanda e Portugal, claro.
Vai ser óptimo!